APOIO: Desde o início da pandemia, a empresa JSL lançou um canal exclusivo para atender aos caminhoneiros sobre a doença. A empresa tem orientado esses profissionais por DDS (Diálogo Diário de Segurança) e também com vídeos, via aplicativo. Na foto de Aderlei de Souza, o caminhoneiro Cícero da Silva, que viajava com frequência para o norte do país.

De acordo com a JSL, em três meses, mais de 2 mil atendimentos telefônicos foram realizados para tirar dúvidas, orientar e assistir esses profissionais que prestam serviços essenciais

Desde março, quando a pandemia causada pelo novo coronavírus chegou ao Brasil, a JSL, líder do segmento de logística no País, tomou uma série de medidas para lidar com os impactos gerados. Rapidamente foi instalado um comitê de crise que analisa cenários, organiza e comunica as iniciativas e as ações de suporte e combate à pandemia.

Com cerca de 20 mil funcionários próprios, o Grupo ainda conta com mais de 8 mil caminhoneiros autônomos que trabalham para a empresa. Pensando nessas pessoas, foi criado o canal ‘Ligado em você caminhoneiro’, por onde os motoristas recebem orientações de prevenção, dicas de saúde (para eles e para as suas famílias), informações sobre pontos de apoio ao longo das rodovias e, principalmente, toda a orientação, acompanhamento e suporte para os casos suspeitos e confirmados da COVID-19.

Entre os 8 mil caminhoneiros terceirizados, que prestam serviço à JSL, mais de 2 mil fizeram contato pelo canal telefônico nos primeiros três meses da quarentena e, atualmente, doze casos suspeitos estão sendo acompanhados pela equipe multidisciplinar oferecida pela empresa. “Como operadores logísticos, entendemos a nossa responsabilidade de garantir que alimentos e medicamentos continuem chegando à população e para isso, precisamos preservar e cuidar da saúde dos nossos colaboradores, agregados e terceiros garantindo condições de trabalho adequadas”, explica Adriano Thiele, diretor-executivo da JSL Logística.

A JSL também tem orientado esses profissionais por DDS (Diálogo Diário de Segurança) e também com vídeos, via aplicativo. O Grupo também forneceu álcool em gel para 100% dos motoristas nas suas filiais e entregou cerca de 2 mil cestas básicas e kits alimentação para que eles possam se alimentar nas estradas, quando muitos pontos de alimentação e parada ainda estavam fechados.

Além das ações acima mencionadas, a JSL mapeou, em conjunto com parceiros e clientes, alguns municípios que estavam em situação de extrema vulnerabilidade e doou para essas cidades e seus respectivos hospitais, UBSs e UPAs cerca de 80 mil EPIs, entre máscaras N95, óculos de proteção, aventais e luvas cirúrgicas.

Para o Governo do Estado de São Paulo, a JSL já executou mais de 1.900 viagens sendo desse montante mais de 1.200 viagens destinada a entrega de cestas básicas em centenas de municípios paulistas e também realizamos o transporte de mais de 3.000 equipamentos hospitalares entre respiradores e acessórios, destinados garantindo à população os auxílios governamentais que lhes são oferecidos.