Seja bem-vindo(A) WELCOME

RESULTADOS DO 2T22 JSL DOBRA EBITDA NA COMPARAÇÃO ANUAL

Autor: - 08 de ago de 2022

A resiliência do modelo de negócios e a agilidade em desenvolver novas soluções para os clientes marcaram o nosso 2º trimestre. Nesse período, registramos EBITDA de R$ 250,7 milhões, com crescimento de 102,5% em relação ao EBITDA ajustado do ano anterior. Os números anualizados totalizam R$ 6,8 bilhões de faturamento e R$ 1 bilhão de EBITDA. 

Inseridos no processo produtivo dos nossos clientes e na economia real, participamos dos principais elos da cadeia de movimentação de matéria-prima e de produtos acabados. Tal presença diversificada tem sido extremamente relevante em um período marcado por forte inflação da base de insumos e aumento de despesas financeiras devido à elevação significativa dos juros. No trimestre, alcançamos lucro líquido ajustado de R$ 34,2 milhões, com margem de 2,4%. 

“A agilidade em desenvolver novas soluções para os clientes e a transparência nas negociações nos permitiram entregar resultados sólidos e consistentes. Fomos bem-sucedidos na oferta de serviços com maior valor agregado e crescemos margens em um claro sinal de nossa capacidade de repasse de inflação de custos”, destaca Ramon Alcaraz, presidente da JSL. 

Na comparação anual, aumentamos o faturamento nos principais setores em que temos atuação, com destaque para bens de consumo, siderurgia, mineração, automotivo, papel e celulose e alimentos e bebidas. O crescimento se deveu à capacidade de adaptação às novas demandas dos clientes, bem como de realização dos investimentos necessários para novos projetos em um cenário focado na busca por qualidade e capacidade de execução.

A receita líquida de serviços do 2T22 somou R$ 1,4 bilhão, alta de 52,1% na comparação trimestral, enquanto o crescimento orgânico combinado da receita bruta no período foi de 27% em relação ao mesmo período do ano anterior. As empresas adquiridas – Fadel, Transmoreno, Transportadora Rodomeu, TPC, Transportes Marvel e TruckPad – desde o IPO cresceram suas receitas líquidas de serviços em 35% comparado ao 2T21 e 9% comparado ao 1T22. 

Confira a visão dos analistas

Para os analistas, apesar da pressão de custos, o desempenho da JSL no 2T22 foi positivo.  Segundo Fernando Abdalla, do JP Morgan, “a lucratividade continua elevada, com ROIC de 15% e expansão sequencial”. Já Daniel Gasparete, do Itaú BBA, destacou a sólida carteira de receitas, “que atingiu R$ 1,4 bilhão em novos contratos, acima dos R$ 700 milhões no 1T22”. Victor Mizusaki, do Bradesco BBI, sublinhou os “repasses de custos bem-sucedidos aos clientes e iniciativas de eficiência de custos”. Lucas Marquiori, do BTG Pactual, ressaltou que a companhia apresentou “números mais fortes do que o esperado em meio a margens resilientes”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

UMB Digital JSL S.A. © 2023 | Todos os direitos reservados Termos e Condições